Implantes

Quando um implante é indicado?

O implante dentário é indicado quando o indivíduo perde o dente e a sua raiz, sendo necessário substituir estas duas partes. A substituição de dentes perdidos por implantes dentários é um tratamento rápido, indolor e acessível.
A substituição de um dente é muito simples.
Espaços maiores também são facilmente reabilitados.
Em perdas totais, instalamos de 4 a 6 implantes para a fixação de todos os dentes da arcada.


Quando o osso é insuficiente?

Quando não possuímos estrutura óssea suficiente são utilizados enxertos. Com ele é possível realizar praticamente todos os casos com sucesso.

Para a realização de enxertos são utilizados materiais sintéticos ou orgânicos (provenientes da própria pessoa). Uma outra opção é o banco de ossos.

Após a realização do enxerto, o ideal é aguardar um período de aproximadamente 6 meses para que haja a cicatrização do osso enxertado e assim a instalação do implante.

Contra-indicação do implante

Os implantes dentários são indicados para quase todos os casos de ausência de dentes, podendo haver algumas contra indicações. Elas variam de acordo com a quantidade e a qualidade óssea, assim como osteoporose, fumantes em alto grau e diabetes sem controle.

Exames radiográficos e de sangue são importantes para o planejamento adequado, proporcionando um pós-operatório tranquilo.

Após os 18 anos de idade já podem ser realizadas a instalação de implantes, uma vez que a partir desta idade a formação óssea já está completa.

Não existe idade limite para o implante, trata-se do bom senso e de uma análise geral do paciente para receber o tratamento.

É um material usado em ortopedia há muitas décadas. O titânio não sofre corrosão quando inserido no corpo humano e não apresenta fenômenos de rejeição imunológica.
Apenas nos casos de alguns problemas de saúde e onde falta osso para instalação, porém neste último caso, os enxertos ósseos e os implantes inseridos mais profundamente no osso que desenha a “maçã do rosto” têm resolvido satisfatoriamente o problema.
Não existe limite de idade. A partir dos 18 anos de idade, qualquer pessoa pode receber implantes.
Normalmente entre 30 a 60 minutos. Este tempo é estendido quando são instalados mais implantes ou feito enxerto na mesma sessão.
A prótese fixada sobre os implantes têm como maior vantagem não se soltar durante a mastigação, propiciando maior conforto, segurança e eficiência.
A prótese fixa sobre dente usa os dentes vizinhos ao espaço para segurar a coroa do dente que está sendo substituído. Isso significa gastar o dente vizinho e ainda, se houver um problema em um único dente de apoio, perder toda a prótese. A peça fixada sobre implante é atualmente mais usada porque mantêm a prótese separada dos dentes ainda existentes.
As técnicas estão muito aprimoradas e os índices de sucesso são acima dos 95%.
Nas raras ocasiões que isso ocorre, o implante é removido, espera-se uma nova formação óssea e implanta-se novamente. A única perda é no tempo de espera.
Com os devidos cuidados, pode-se ter um implante por toda a vida.

Outros tratamentos – é importante que não existam infecções bucais, sejam elas causadas por cárie ou por tártaro. Por isso, recomendamos que seja efetuado tratamento prévio que deverá priorizar as regiões com problemas mais avançados, se houverem.

Alimentação – alimente-se normalmente antes da intervenção, mas prefira alimentos leves.

Higiene – você efetuará uma raspagem e limpeza dental antes da data da instalação de seus implantes. No dia, deverá efetuar sua higiene normalmente.

Vestimenta – prefira roupas confortáveis. Não se preocupe com a moda neste dia!

Outros compromissos – a sessão geralmente é bem tranquila e sua duração depende do número de implantes que serão colocados e algumas características de cada caso. Recomendamos que não agende outros compromissos neste dia. Venha tranquilo e, apesar de ser uma intervenção simples, tire o resto do dia para descansar.

Acompanhantes – se possível, venha com alguém que possa lhe acompanhar no retorno para sua casa.

Medicação – haverá uma consulta prévia onde nosso profissional lhe indicará os medicamentos que deverão ser ministrados antes da intervenção. É muito importante que você os tome corretamente, isso ajudará a ter um pós-operatório ainda mais tranquilo.

Repouso – recomendamos o repouso pós-instalação dos implantes para evitar algum desconforto na região operada, aplicação de gelo superficial na face, bem como, evitar exercícios físicos, exposição ao sol e caminhadas.

Medicação – após a intervenção, a medicação pós-operatória será prescrita e é muito importante que seja seguida. Isso ajuda a um pós-operatório tranquilo e evita inflamações indesejadas.

Dormir – quanto ao repouso ou a noite, coloque 2 travesseiros, para que a cabeça fique em uma posição mais alta, evitando possíveis pequenos sangramentos.

Alimentação – recomendamos que nos primeiros 7 dias após a instalação dos implantes, a dieta seja liquida ou pastosa, devendo ainda, nos três primeiros dias, estar em temperatura ambiente ou mesmo fria.

Higiene – é muito importante que seja mantida uma boa higiene bucal. Para isso, terá que efetuá-la com cuidados adicionais para não machucar a área operada e nem deixar acumular resíduos que podem comprometer nosso resultado.

Os dentes presentes devem ser escovados normalmente e as próteses móveis removidas para serem escovadas fora da boca. Deveremos usar líquidos para bochecho com produto antisséptico com ação antifúngica e bactericida.

O que não usar – não utilize qualquer medicação ou qualquer tipo de produto para higienização que não foram recomendados. Resista aos palpites de conhecidos e em caso de dúvidas, entre primeiro em contato conosco para que possamos lhe orientar.

Higiene – coroas unitárias são higienizadas mais facilmente como um dente comum, com escovação após as refeições, uso de fio dental e solução de bochechos (sem álcool).

Próteses mais extensas necessitam de cuidados extras na escovação, a fim de conseguir limpar as regiões não visíveis entre os implantes. Para isso, recomendamos escovas interdentais e fios dentais com o auxilio dos passadores de fio.

Uso do fio dental floss

Uso da escova unitufo

Uso da escova interdental



Alimentação – não há restrições quanto à alimentação, lembrando sempre que se trata de uma prótese em resina ou cerâmica, não são dentes naturais.

Importante - evitar hábitos nocivos como: morder canetas, roer unhas, abrir objetos, garrafas, etc. Isso pode causar grandes transtornos!

Prevenção – seguindo as orientações pós-instalação das próteses dada pelo dentista, dificilmente aparecerão surpresas negativas nas suas próteses sobre implantes.

Ajuste periódico e controle – o implante é um maravilhoso avanço da odontologia, mas não é como o dente. Nossos dentes se acomodam conforme o tempo, já o dente implantado deve receber alguns ajustes para se adequar às mudanças do nosso corpo. Estes ajustes são efetuados de tempos em tempos e aproveitamos para realizá-los durante as sessões de controle dos implantes.

Nas sessões de controle, analisamos a saúde do implante e dos tecidos vizinhos e aproveitamos para remover o tártaro, efetuar a limpeza e outras eventuais necessidades.